Terça, 05 de Dezembro de 2017 às 22:10
Meninas Olímpicas recebem Moção de Aplauso em Frederico Westphalen
Cinco adolescentes receberam homenagem durante a sessão desta terça-feira
Por: Cristiane Luza - cristiane.luza@folhadonoroeste.com.br
Mariana, Marceli, Natália, Ana Júlia e Jiovanna (Fotos: Eder Calegari)

Com o plenário lotado, a Câmara de Vereadores de Frederico Westphalen realizou na sessão desta terça-feira, 5 de dezembro, uma Moção de Aplauso para integrantes do projeto Meninas Olímpicas.

Há três anos consecutivos, o município possui 100% das medalhas de ouro. Neste ano, quatro adolescentes que conquistaram os primeiros lugares na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) são de FW: Mariana Bigolin Groff (pela quinta vez), sua irmã, Natalia Bigolin Groff (tricampeã), e Marcéli Melchiors e Giovanna Ballen (bicampeãs). Já Ana Júlia Nedel ganhou medalha de prata. 

Assista ao vídeo aqui.

Durante as homenagens, os vereadores mencionaram a importância da dedicação aos estudos como forma de melhorar o futuro do país, a vida das pessoas ao mantê-las longe do mundo do crime e ao mesmo tempo inspirar outros alunos a seguirem o mesmo caminho. Além disso, a educação dada pelos pais em casa e o incentivo dos professores na escola fazem diferença na formação de crianças e adolescentes.

Ao fim da sessão, as meninas realçaram, em entrevista ao Folha do Noroeste, que esse tipo de homenagem as incentiva a continuarem, ao mesmo tempo em que instiga outras pessoas a fazerem o mesmo.

Imagens
Comentários
Notícias Relacionadas
  • 24/11/2017 - 09:44
    FW tem representantes por três anos seguidos no ouro da Obmep
  • 25/10/2017 - 18:26
    Estudantes da região recebem Prêmio Meninas Olímpicas na Assemb...
  • 12/05/2017 - 10:50
    Projeto frederiquense inspira premiação internacional
Últimas Notícias
  • 15/12/2017 - 23:10
    Fréu Petiscaria inaugura em FW
  • 15/12/2017 - 19:42
    Prefeitos se reúnem para última reunião ordinária da Amzop no ...
  • 15/12/2017 - 18:55
    Cidade monitorada é a nova aposta para aumentar segurança