Terça, 05 de Dezembro de 2017 às 17:43
Servidores da UFSM-FW paralisam atividades
Ato, nesta terça-feira, 5, ocorreu em apoio ao movimento nacional
Por: Redação do Jornal Folha do Noroeste
Foto - Divulgação

Os colaboradores da UFSM-FW aderiram à paralisação nacional e realizaram um ato na universidade, nesta terça-feira, 5. Não houve atendimento nos setores administrativos. A indicação de greve foi feita pela própria Federação de Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras (FASUBRA). A paralisação ocorre em todo o país e tem como objetivo conquistar os direitos da classe trabalhadora e sustentar a educação pública.

A servidora Laís Basso, uma das organizadoras do ato, comentou porque aderiram à paralisação. "Aqui não aderimos à greve, mas neste momento resolvemos aderir ao movimento nacional, que é exatamente contra a reforma da previdência - para que ela não seja aprovada- e também contra a diminuição dos investimentos na educação pública", afirmou.

No início do ato foram colocadas algumas cruzes em frente ao prédio central da UFSM-FW, simbolizando o sepultamento da educação, da universidade pública, dos direitos dos trabalhadores, da previdência, do serviço público e da aposentadoria.

Com informações da Agência da Hora

Comentários
Notícias Relacionadas
  • 13/11/2017 - 09:46
    Servidores federais paralisam contra ações do governo Temer
  • 17/03/2017 - 15:24
    Plantão: MP solicitou pagamento do serviço pelo município
  • 23/11/2016 - 15:19
    Técnicos-administrativos da UFSM organizam paralisação
Últimas Notícias
  • 15/12/2017 - 23:10
    Fréu Petiscaria inaugura em FW
  • 15/12/2017 - 19:42
    Prefeitos se reúnem para última reunião ordinária da Amzop no ...
  • 15/12/2017 - 18:55
    Cidade monitorada é a nova aposta para aumentar segurança