Sexta, 10 de Novembro de 2017 às 17:08
Apae completa 24 anos de atuação no município
20ª edição do Baile do Chope da instituição ocorre no próximo dia 18, no pavilhão evangélico
Por: Márcia Sarmento - marcia.sarmento@folhadonoroeste.com.br
Fotos - Divulgação

Localizada na Avenida Vereador Augusto Flores, 468, centro de Erval Seco, a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) foi criada no município em 1993, e comemora, em 2017, 24 anos de funcionamento. Atualmente, atende cerca de 50 usuários ofertando serviços como ensino fundamental e EJA (séries iniciais), atendimento especializado em fonoaudilogia, fisioterapia, psicologia, assistência social, neurologia, terapia ocupacional e pedagogia.

Conta com uma infraestrutura de sala da secretaria e direção, salão de eventos, refeitório, cozinha, quatro salas de aula, duas salas para atendimentos especializados com as profissionais de área técnica, cinco banheiros, dispensa e lavanderia, área coberta e parquinho infantil.

Para seu funcionamento, mantém convênios com programas federais; estaduais e municipais; realiza eventos durante o ano e conta com doações em dinheiro, com os sócios mensalistas e doações espontâneas; pedágio e venda de artesanato realizado na escola pelo grupo de mães, alunos, professores e equipe técnica.

Entre as promoções anuais realizadas pela entidade estão o tradicional Jantar da Apae (massa com galeto), o Arraiá da Apae e Baile do Chope, que chega a sua 20ª edição. O evento ocorre no próximo dia 18, no pavilhão evangélico, com animação da Banda Champion, a partir das 23h. Ingressos antecipados custam R$ 20 e estão à venda com a diretoria e no comércio de Erval Seco. Na hora custarão R$ 25. O valor do copo de chope (Brahma) é de R$ 8 ou dois copos por R$ 15. Não há mais barris disponíveis.

Diretoria
Integram a atual diretoria, Vera de Fátima Castro Borella, presidente; Rosana Beatriz Manfio Pessotto, vice-presidente; Volneia Figueiredo dos Santos, primeira-diretora-financeiro; Elenita dos Santos Lima, segunda-diretora-financeiro; Karla Cristina Kehl, primeira-secretária; Marcia Girardi Holz, 2ª secretária; Rosane Maria de Moura Figueiredo e Fernando Parnow, diretores de patrimônio; Eduardo arry Wagner, diretor social.
No conselho fiscal atuam Leda Isolda Tamanini, Ruy Stênio Cardoso Ramos e Terezinha Döwich. São suplentes, Lucia Dalla Valle da Silva, Inedir Nunes e Ana Paula da Silva Moura. Fazem parte do conselho de administração, Gélio Dessbesell, Antonio Balbino dos Santos, Leandro Castro De Marchi, Clódis Castelli, Lisiane Pereira Figueiredo Schmitz e Irineu Alles.

Nova metodologia
Desde o início de 2017, a escola adotou a metodologia de projetos, com temas geradores relevantes que condizem com a realidade de uma escola especial. A equipe técnica também desenvolve projetos com os alunos e pais, com o objetivo de dar apoio psicossocial aos atendidos e seus familiares.

 

Imagens
Comentários
Notícias Relacionadas
  • 25/08/2017 - 14:20
    1ª Fórum Regional da Deficiência Intelectual
  • 07/08/2017 - 10:37
    1º Fórum Regional de deficiência intelectual
  • 08/07/2017 - 22:48
    "Não é preciso ir à Serra Gaúcha para provar um bom café colo...
Últimas Notícias
  • 19/11/2017 - 22:30
    Seminário Menor Nossa Senhora Medianeira realiza tradicional fest...
  • 19/11/2017 - 22:30
    Cerca de 50 kg de drogas foram apreendidas em Sarandi
  • 19/11/2017 - 22:00
    Veículo roubado é recuperado em posto de combustíveis em Seberi...