Escovação dentária
Sexta, 02 de Outubro de 2015

Os instrumentos para uma higiene adequada devem ser compostos por escova, creme dental e fio dental. Sim, o fio dental é fundamental para uma correta escovação, e seu uso não pode ser substituído por palito ou qualquer outro instrumento.

Existem muitas dúvidas em relação à escovação, e a grande maioria das pessoas não a faz corretamente. É importante salientarmos, antes de tudo, que uma correta higiene oral visa não somente a remoção de resíduos alimentares, mas principalmente o acúmulo de placa bacteriana que se forma na superfície dentária.

Normalmente uma escovação deve durar de dois a três minutos para ter uma eficácia. Escovações rápidas e com pressa geralmente deixam áreas sem ser limpas, o que facilita o acúmulo de bactérias e placa bacteriana que causam o mau hálito. Existem várias técnicas de escovação e é interessante conversar com seu dentista para saber qual a ideal para você. O creme dental que utilizamos não é apenas para dar um gostinho bom à escovação. De maneira geral, eles têm a função de banhar de flúor a superfície dentária, tornando-a mais forte e resistente às bactérias.

Após a escovação, então, o uso do fio dental se faz imprescindível para a limpeza das faces laterais dos dentes, justamente onde a escova não alcança. Muitas pessoas também não passam o fio dental corretamente. Por isso, pergunte para o seu dentista o jeito correto e eficaz de usá-lo.

Muitas pessoas acabam, por preguiça, substituindo o uso do fio dental – ou até mesmo da escova – por bochechos com enxaguante bucal. Aí está um grande erro. O enxaguante bucal é um ótimo coadjuvante, e não um substituto na higiene oral. Ele não tem o poder de remoção de placa bacteriana, que deve ser removida mecanicamente. Portanto se quiser fazer o uso de enxaguante, faça após o uso da escova e do fio.

Comentários